Faltou Shyamalan


Aviso aos não-fãs: A dama na água não é um Sexto Sentido. Aviso aos fãs: A dama na água não é Shyamalan. Pelo menos, não aquele que estamos acostumados a ver. O diretor indiano, que ficou conhecido por transitar bem pelo suspense, resolveu investir em um novo gênero desta vez: a fantasia. Nada contra a mudança - o problema é que a trama não convence mesmo.

A vida monótona do síndico Cleveland muda certa noite quando ele descobre uma intrusa na piscina do condomínio onde trabalha: a jovem Story, uma ninfa das águas. Cleveland descobre que ela precisa de ajuda para voltar para casa. O problema é que Story faz parte de uma história de ninar. Seria possível?

Ok, seres fantásticos no mundo real não são propriamente novidades. Só que, pra gente acreditar neles, eles têm que causar empatia, certo? E isso não acontece. A personagem é fraca e a atuação preguiçosa de Bryce Dallas Howard (a protagonista do ótimo filme anterior de Shyamalan, A vila) chega a irritar. Ela consegue manter o mesmo olhar durante o filme inteiro (a única coisa que muda é a cor do seu cabelo: ela começa ruiva e termina loura!). Quem salva o filme é Paul Giamatti (de Sideways), perfeito como o cara conformado com a vidinha sem-graça que leva e que tenta ajudar todo mundo. As seqüências com a senhora Choi, então, são hilárias. Desde Sinais, o diretor não investia tanto na comédia.

Em A dama na água, prevalece o Shyamalan ator. Ele, que costuma fazer participações em seus filmes, tem um personagem grande na trama. Pena, porque a gente sente falta mesmo é do diretor Shyamalan, aquele que consegue envolver o espectador, que deixa todo mundo preso na cadeira, aguardando ansiosamente o que vai acontecer na cena seguinte. Dessa vez não conseguiu.
Giselle de Almeida

2 comentários:

Geisy, a mais melhor de boa disse...

ainda não vi a dama da água, mas tô realmente muito a fim de ver. mas, ao contrário da minha irmã, eu sou paciente. portanto, vou esperar chegar nas locadoras.

só vou forçar um pouquinho a barra pra gente ver "o diabo vesta prada" logo nas primeiras semanas; assim ela se anima mais um pouquinho pra escrever aki. bjks =D

giselle disse...

Pois é, Isy, eu tava mesmo ansiosa pra ver esse filme, fazer o quê? Mas não esquece que antes de "O diabo veste Prada", tem o Festival do Rio...