Monstros 1 x 0 alienígenas


Eu nem preciso de desculpas para ver longas-metragens de animação no cinema, mas a inauguração de uma sala 3D perto de casa aumentou ainda mais a minha curiosidade para ver Monstros vs. Alienígenas (Dreamworks). E vou dizer que o resultado é bem interessante: dá pra perceber nitidamente que algumas cenas foram idealizadas justamente para esse formato, como a seqüência, bem no início, em que um personagem bate uma bolinha na raquete bem em direção à "câmera". A sensação é que vai acertar você! Some-se isso a uma técnica cada vez mais apurada e se tem um visual belíssimo. Bom começo.

No entanto, confesso que fiquei meio receosa quanto ao roteiro: os monstros, que durante décadas foram escondidos da opinião pública pelo governo dos Estados Unidos, agora são a esperança da humanidade diante de uma ameaça de invasão alienígena. Um tanto cabeça demais para um filme para crianças, né?

Mas graças aos seus divertidos coadjuvantes, o filme funciona. O melhor deles, disparado, é B.O.B., o monstrengo gelatinoso, azul e totalmente desmiolado. O Dr. Barata, com aquela risada de cientista maluco, é uma deliciosa homenagem aos filmes de ficção científica. Já os demais (Elo Perdido, Insetossauro, e a protagonista, a Ginórmica) não são tão brilhantes. Nas cenas de ação, o filme também fica devendo: são poucas e não empolgam tanto.

E já que o humor é o destaque do longa, merece um comentário à parte a hilária (e corajosa) caricatura que o filme faz da figura do presidente americano, retratado como um imbecil, medroso e capaz de causar o caos sem nem ao menos se dar conta disso. Claro que o personagem foi concebido na era pré-Obama (um doce pra quem adivinhar em quem ele foi inspirado!). Mas isso é piadinha só pros adultos...
Giselle de Almeida

7 comentários:

Fabiane Bastos disse...

Eí! Isso não vale! Eu ia publicar o texto desse filme agora de manhã!

Adorei o presidente estadunidense fazendo contato com os aliens,kkkk

Mas não vi em 3D, cinema novo é? Acho q ta na hora de eu te visitar outra vez hehehe...

Vou atrasar o meu post um pouquinho p/ não ficar repetitivo.

Agora licencinha que tenho que arranjar outro assunto para escrever no meu blog, rs

Fabiane Bastos disse...

P.S.: Esse titulo não entrega muito (apesar de o fim ser meio óbvio)

P.S.2: Fotinha no perfil, hein, gostei!

Giselle de Almeida disse...

Isso prova que nós estamos em sintonia!!! E o título é só pra dizer que eu gostei mais dos monstros! :)

bjs

Fabiane Bastos disse...

Não era tão dificil gostar mais dos monstros, ja que a população dos aliens não era muito variada, rs

Yhonny E disse...

em..no es mounstros¿...o mounstruos?...O_o^**

?¿¿¿

Marco Y disse...

Sabe que não é a primeira pessoa que fala isso sobre filmes de animação? Tenho assistido muitos "desenhos animados" com citações muito complexas, que os baixinhos dificilmentente entenderiam...

Agora, o presidente que vc descreveu não é uma caricatura, não!! É uma cópia fiel do todo poderoso ex-presidente americano. hahaha

bjos

Geisy Almeida disse...

Na boa, o B.O.B. é mt bom.. principalmente quando ele tira onda com a namorada dele, uma gelatina verde... A cena dele paquerando é hilária! rs

Eu gostei do filme e, apesar das refer~encias que só os adultos entendem, ele é voltado mesmo para as crianças. A piadinha com o presidente e o Insetossauro se transformando num Borboletossauro... só adulto vai entender mesmo. Mas a llição de moral [você deve gostar de si memso, não importa o que os outros falem de você] acho que dá pros pequenos pegarem...

bjomeliga=D