O verdadeiro mistério de "Belíssima"



Não sei se vocês sabem, mas assim como o Artur Xexéo, eu também não assisto a novelas. Todo mundo me pergunta por quê. Ora, porque não gosto, não tenho paciência mesmo. Eu não acompanho, mas todo mundo vê - ao menos essa é a impressão que eu tenho. Por isso, me senti a pior das criaturas quando descobri, há umas duas semanas, que a Mônica (Camila Pitanga) era irmã do André (Marcello Antony)! Gente, só eu não sabia!

Mas, embora eu não acompanhe, tenho o hábito de assistir ao último capítulo (antigamente eu também assistia ao primeiro, mas como a estréia é numa segunda-feira, fica mais difícil). Então, lá fui eu conferir o tão esperado final de Belíssima. No fim das contas, não teve surpresa nenhuma, a imprensa já havia revelado tudo que iria acontecer, como de costume. Algumas pessoas ficaram decepcionadas. Eu, não.

Não entendo muito essa mania de os autores de esconder desesperadamente os finais, gravar cenas falsas no dia da exibição... Acho besteira. Alguém por acaso vai deixar de ver um filme de Romeu e Julieta porque sabe que eles morrem no final? Claro que não. O que importa é a maneira como a história é contada: isso é o que prende nossa atenção. E isso fica muito prejudicado quando se tem um desfecho mal amarrado. Em Belíssima (como em outras novelas), muitas cenas apenas serviram de deixa para flashbacks que traziam de uma vez só todas as respostas para os telespectadores. De verdade? Prefiro um final sem surpresas e bem-feito.

Agora, Silvio de Abreu não respondeu à pergunta que me fiz durante toda a novela: o que é que a Vitória  (Cláudia Abreu) tem? Afinal, ela se casou com o Henri Castelli, namorou o Gianecchini e terminou com o Marcos Palmeira. Isso sim é que é mistério...
Giselle de Almeida

3 comentários:

Anônimo disse...

Não se preocupe Gisele, tb não sei nada de novelas. Mas consigo abstrair. Vc deveria tentar.

Beijinhos

giselle disse...

O único problema é que eu preciso entender um pouco sobre o assunto, afinal eu trabalho em um jornal, né? E adivinha o que a gente mais noticia em cultura...

Anônimo disse...

Bem na minha opinião, já que você trabalha em um jornal tem que saber um pouco de cada coisa, mais isso não e tão importante, e sim faze o seu trabalho bem, e com muita dedicação para que um dia as pessoas digam, que você e uma pessoa especial no que faz.
Você e nova, e muita coisa boa vai acontecer na sua vida, mais não se esqueça, nunca faça com as pessoas o que você não quer para você.

Deus te ama e eu também.
Alex Fonseca