Lalola


Já confessei aqui no blog que não entendo nada de novela. Não vi a Alzira fazendo pole dance em Duas caras, nem a morte da Ágata em Sete pecados nem um capitulozinho que fosse de Desejo proibido. Mas sábado não resisti à curiosidade e assisti durante uns minutos a Lalola, no SBT. Eu sei, eu sei, devia ser crime inafiançável assistir a qualquer novela que passe naquele canal. Mas pelo pouco que vi, parece que esta é diferente.

A trama é rocambolesca, embora não seja exatamente uma novidade: o mulherengo Lalo sofre o pão que o diabo amassou depois que uma de suas conquistas resolve se vingar. Ela procura uma cigana, que transforma o garanhão numa mulher. A partir daí, ele tem que aprender a viver no novo corpo até conseguir desfazer a confusão.

No capítulo de sábado, não consegui entender muita coisa, porque peguei o bonde andando. Sei que Lola estava desesperada porque precisava com urgência de novos documentos, agora como mulher, para apresentar na editora onde trabalha. Quer dizer, onde Lalo trabalha. Ela ficou em seu lugar, se passando por sua prima. Doido, né? Depois ela conseguiu, na última hora, trocar a capa de uma revista que já estava na gráfica e acabou demitida. Sem contar que o fotógrafo da revista, que está procurando uma nova mãe para sua filha, está gostando da moça. Isso não vai prestar...

Pra quem acha que América Latina é tudo igual, um aviso: a produção é argentina e não mexicana. Isso já nos livra dos diálogos melosos e mal escritos, das interpretações muitos tons acima do aceitável, cenários e figurinos cafonas e direção careta, onde os atores mal conseguem se mexer. Lalola é uma comédia, com trilha sonora e edição pretensamente moderninhas. Parece pouco? Acredite, isso faz uma diferença enooooorme.

Será Lalola a nova Betty, a feia?
Giselle de Almeida

7 comentários:

Fabiane Bastos disse...

Tomara que sim! Pq, sem vergonha nenhuma, admito que Betty, era uma ótima novela!!! Sem o orçamento merecido o que acabou prejudicando um pouco, mas muito divertida.
E a que interessar a Cinderela novelesca também não era mexicana, Betty era made in Colombia.

GISELLE DE ALMEIDA disse...

Bem lembrado. E de quebra, ainda inspirou um seriado que tá fazendo o maior sucesso nos Estados Unidos e aqui também, pelo que sei, produzido pela poderosa Salma Hayek.
Parece que a especialidade do México, definitivamente, não são as novelas...

Carolina Alves disse...

Eu confesso que estou assistindo Lalola desde o primeiro capítulo.Eu estou gostando muito porque é muito divertida e diferente dessas novelas pesadas e chatas que estão sendo exibidas ultimamente.Agora é torcer para que o Sr Silvio Santos não troque o horário de exibição nem corte a novela no meio.

GISELLE DE ALMEIDA disse...

Isso vai depender da audiência, né? E do humor de Sílvio Santos...

Anônimo disse...

Por favor quem souber quem canta o tema de abertura da novela comenta aí agora, plix!!!!

Anônimo disse...

Eu to assistindo a novela desde o primeiro capítulo de tanto q o Silvio fez propaganda e realmente surpreendeu... Essa novela é legal, é engraçada, é diferente... enfim, vc fica querendo saber como é q ele vai se virar com a situação q ele se mete...

Para quem perguntou, o tema da novela é Enamorada cantada por Miranda!

leinha disse...

Nossa estou amando ver lola, e muito bom, ha mais sempre gostei das novelas do SBT, esta de Parabens, chego as 20:30 louca para ver, deixo minha sobrinha vendo tudo para me passa como foi, entao vejo na net, estou louca para ela fica com Fernado logo kkk,