Tudo está perdido?



* COM SPOILERS *

Protelei enquanto pude para não fazer um post mal-humorado sobre Lost, mas está difícil. Não sou desses fãs xiitas e implicantes, mas simplesmente não dá pra engolir o que fizeram com a série nessa última temporada. O último episódio, Across the sea, foi de tirar qualquer esperança de um fim digno pra uma atração que prometia tanto. Então o misterioso e malvado Homem de Preto (custava dar um nome pra ele?) não passava de um cara que descobriu que foi enganado pela própria mãe, uma assassina desequilibrada, e só queria voltar pra casa? E todos os homens perversos e gananciosos estavam mesmo atrás de... uma luz? Ainda não decidi se é irônico ou só uma piada de mau gosto... Não sei vocês, mas essa historinha pra boi dormir quando só faltam dois episódios pro final ofendeu a minha inteligência.
 
A gente já sabia que seria muito improvável que todas as perguntas criadas ao longo de Lost fossem respondidas, e era mais difícil ainda que agradasse a todo mundo. Mas minha preocupação nem era essa. Nem me importaria se deixassem algumas pontas soltas, se os desfechos principais fossem convincentes. Só que agora parece que assistimos a outro programa, com os mesmos personagens. Saem de cena os conflitos entre os Outros, os Hostis, a iniciativa Dharma e os tripulantes do voo 815 e entra algo parecido com um Ghost whisperer piorado. Os mortos dando recadinhos o tempo todo nunca me agradaram, mas ainda dava para relevar. Quando veio a história de que as duas realidades estavam ligadas pelo amor (!), juro que me senti vendo uma novela mexicana. E colocaram logo o Desmond pra ser o cupido! Aí é demais.

Um dos grandes charmes da série, as reviravoltas e ligações entre os personagens, se tornou só um vício dispensável na sexta temporada. Ou precisávamos mesmo ver na realidade alternativa Jack descobrindo que Claire era sua irmã, só pra dizer que, se ele soubesse a tempo, eles teriam formado uma família feliz? Totalmente desnecessário. E Ilana (que teve a morte mais ridícula de todas as temporadas) tinha que aparecer de novo pra quê? Aliás, existe algum motivo para ela ter surgido na história? E aquele templo cheio de gente esquisita? Era só desculpa pra abrigar os figurantes que iam ser mortos nos próximos episódios?


Confesso que sempre tive um pouco de vergonha alheia pelo tosco monstro da fumaça, mas levava a maior fé em Jacob. Ok, eu preferia a cadeira balançando vazia., mas fiquei animadinha quando ele começou a aparecer na vida dos candidatos, nos flashbacks. Podia vir coisa boa daí... Mas o cara que tudo sabia e tudo via na ilha, que mandava e desmandava, era só alguém que teve medo de sair da barra da saia da mãe, e que acabou assumindo a responsabilidade de proteger algo que ele nem sabia direito o que era. Nossa, um líder nato, fiquei impressionada.

Houve momentos bons? Pouquíssimos, como o episódio contando a história de Richard (que foi pro banco de reservas nos momentos decisivos do jogo, né?), mas o saldo está bem negativo até agora. E, faltando tão pouco pro final, é inevitável a frustração. Saudades de quando eu tinha ódio do Ben...
Giselle de Almeida

6 comentários:

Tati disse...

Acho que como não criei grandes expectativas de respostas, não me decepcionei tanto. O episódio explicou algumas coisas, ainda que de forma piegas, e não disse o que é exatamente a ilha. Só dou meu parecer após o episódio final. não vou largar o barco agora, né?

Giselle de Almeida disse...

Também não vou abandonar o barco, Tati, só fiquei revoltada com o rumo que a história tomou. Acho que, se não fosse a última temporada, já teria desistido...

Fabiane Bastos disse...

Devagar gente!
Eu acompanho pelo AXN, ainda estou chocada com a morte (morreram mesmo, né??!) de Sayd, Sun e Jin. rs

Giselle de Almeida disse...

Foi mal, Fabi. Logo eu, que odeio spoilers, cometi uma gafe dessas. Acabei de colocar um aviso bem grande lá em cima... ;)

Ricardo disse...

Olá, sou novo por aqui no blog, e na verdade vim parar aqui pois estou procurando blogs interessantes, pois pretendo criar um pra mim, em breve. E tive uma grata surpresa ao entrar no seu, que de cara, tem uma aparência bem simples, mas os comentários bem interessantes e pertinentes. Espero que continue postando e tendo estes ótimos comentários, apesar de não concordar com tudo. E em relação ao Lost, confesso que fiquei bastante desmotivado ao ler seu comentário, pois na última temporada fiquei bastante entusiasmado. Bem, esperemos para quando eu assistir. . .
Ricardo Queiroz

IdNSeco disse...

Bom, não sou muito fan de Lost, deve ser por não acompanhar e "generalizar" alguns episódios, mais gostei bastante de seu post, e vários amigos meus vêem reclamando do rumo que a série tomou e que ficou numa reta final meio "estragado".

Belo post e continue assim!
Abraços!
http://criticasemnocao.blogspot.com